Identificador TST

Com o Identificador TST, você pode emparelhar a amostra de tecido com os brincos de manejo, criando uma ligação absoluta entre amostra e animal.

As unidades de amostragem de tecidos Allflex (TSU) utilizam tecido da orelha, que pode substituir pêlos da cauda, ​​sangue, sêmen ou outros tipos de amostras usados ​​para testes de DNA, pestivírus ou outros sorologias. Os TSU podem ser usados ​​em bovinos, ovinos, suínos, entre outras espécies.
As amostras podem ser coletadas em segundos, com o mínimo de contenção animal. Um movimento de aperto único coleta uma amostra com o mínimo de incômodo para o animal.
O material genético é selado em um conservante especialmente projetado. As amostras de tecido contêm uma grande quantidade de DNA de alta qualidade para análise genética, produzindo excelentes resultados laboratoriais.
O TSU é totalmente selado e identificado um painel de código de barras 2D e numeração.

Com o Identificador TST, você pode emparelhar a amostra de tecido com os brincos de manejo, criando uma ligação absoluta entre amostra e animal.

As unidades de amostragem de tecidos Allflex (TSU) utilizam tecido da orelha, que pode substituir pêlos da cauda, ​​sangue, sêmen ou outros tipos de amostras usados ​​para testes de DNA, pestivírus ou outros sorologias. Os TSU podem ser usados ​​em bovinos, ovinos, suínos, entre outras espécies.
As amostras podem ser coletadas em segundos, com o mínimo de contenção animal. Um movimento de aperto único coleta uma amostra com o mínimo de incômodo para o animal.
O material genético é selado em um conservante especialmente projetado. As amostras de tecido contêm uma grande quantidade de DNA de alta qualidade para análise genética, produzindo excelentes resultados laboratoriais.
O TSU é totalmente selado e identificado um painel de código de barras 2D e numeração.

Você também pode se interessar