Implementação de um sistema de monitoramento animal (parte 2 de 3) Implementação de um sistema de monitoramento animal (parte 2 de 3) : Allflex Brasil

Implementação de um sistema de monitoramento animal (parte 2 de 3)

Em média, os primeiros seis a oito meses após a instalação de um sistema eletrônico de monitoramento de animais é o período necessário para que um usuário domine os desafios de executar programas eficientes de reprodução e saúde em um nível básico.

Implementação de um sistema de monitoramento animal (parte 2 de 3)

Em média, os primeiros seis a oito meses após a instalação de um sistema eletrônico de monitoramento de animais é o período necessário para que um usuário domine os desafios de executar programas eficientes de reprodução e saúde em um nível básico.

 

Operacionalmente, os “benchmarks” para atingir o nível de usuário básico são:

 

  • Cerca de 80% das inseminações baseiam-se unicamente na detecção de cio

 

  • Apenas as vacas sinalizadas pelo sistema de monitoramento são verificadas e tratadas para problemas de saúde; todas as outras vacas não são incomodadas.

 

O próximo passo é melhorar o bem-estar das vacas.

 

Vacas prosperam em uma rotina consistente. Desvios de sua rotina são uma fonte de estresse que pode afetar negativamente seus níveis de produção. Embora cada fazenda tenha um cronograma diário para ordenha, tempo de alimentação e todas as outras interações diárias, esse cronograma nem sempre é respeitado e é difícil de colocar em prática na vida real.

 

Outro aspecto do bem-estar das vacas que pode ser abordado através do monitoramento eletrônico dos animais é a redução das interações entre elas e humanos.

 

Os padrões de comportamento do grupo proporcionam uma visão da consistência da rotina diária das vacas e dos potenciais pontos de estresse.

O gráfico de Rotina do Grupo Ruminação compara a porcentagem de vacas que ruminam em tempo real (linha roxa) a média de duas semanas (linha cinzenta), juntamente com a variação na porcentagem de vacas que estão ruminando (área branca) durante um período de 24 horas.

 

O exemplo acima destaca vários desvios de uma rotina diária consistente.

 

Primeiro, parece que o início e final do turno da ordenha da manhã (seta verde) têm variado por duas horas nas últimas duas semanas.

 

Em segundo lugar, a variação da ruminação imediatamente após a ordenha matinal (seta vermelha) é alta, indicando um distúrbio na rotina diária entre os turnos de ordenha da manhã e da tarde.

 

Uma das coisas mais consistentes que vemos em todos os rebanhos é que as vacas ruminam mais à noite (destacadas no gráfico pelas barras vermelhas). É óbvio que as vacas ficam mais confortáveis quando as pessoas não estão presentes. Os dois períodos da noite (circulados em azul), quando a ruminação cai abaixo da média, podem significar que há uma perturbação ou a alimentação está sendo empurrada, não de acordo com a rotina normal.

 

Com esse conhecimento em mãos, pode-se ir ao barracão para observar e compreender as razões específicas para o estresse das vacas. A solução escolhida para a situação pode ser monitorada e continuamente ajustada para obter os melhores resultados.

 

O monitoramento de outros comportamentos de vacas em seu grupo (atividade, tempo de alimentação, taxas de respiração) é efetivo diante de estresses e inconsistências na preparação e distribuição da alimentação, protocolos de inseminação e outras interfaces de manejo/vaca.

Estresse calórico do grupo – Porcentual de ruminação do grupo (roxa), comendo (verde) e mostrando a taxa de respiração alta (vermelho) durante o período de 24 horas.

 

A maioria dos usuários do sistema de monitoramento fica surpreso ao ver como as vacas são sensíveis. Eles sabem que uma rotina diária consistente é importante, mas nunca percebe o efeito real de seguir de fato uma rotina com as vacas. À medida que os procedimentos operacionais e instalações são ajustados, o estresse da vaca é reduzido, a melhora no desempenho é logo observada.

 

As vacas sabem o que fazem e do que não gostam. A plataforma de monitoramento ajuda o produtor a identificar isso!

    Gostaríamos de manter contato com você para oferecer ofertas e informações exclusivas da Allflex, por e-mail ou telefone. Ao clicar na caixa abaixo, você concorda em fornecer os dados pessoais deste formulário para a Allflex Livestock Intelligence e suas empresas relacionadas, para fornecer material de marketing que você concordou em receber, de acordo com nossa política de proteção de dados.

    A Allflex Livestock Intelligence é uma marca da MSD Animal Health, uma divisão Merck & Co., Inc., e as comunicações de marketing serão enviadas por entidades envolvidas nas operações de Saúde Animal da MSD. Você pode remover seu consentimento a qualquer momento, entrando em contato conosco no seguinte endereço de e-mail: dataprivacy@allflex.global

    [contact-form-7 404 "Not Found"]