Monitoramento ajuda a determinar quais vacas manter no rebanho Monitoramento ajuda a determinar quais vacas manter no rebanho : Allflex Brasil

Monitoramento ajuda a determinar quais vacas manter no rebanho

O desempenho de uma vaca pode ser algo difícil de prever. Algumas vacas simplesmente produzem bem e emprenham facilmente - com ou sem qualquer forma de intervenção.

Monitoramento ajuda a determinar quais vacas manter no rebanho

Monitoramento

Os relatórios fornecidos pelo sistema de monitoramento são fonte de informações para direcionar ações, gerando decisões baseadas em dados

 

O desempenho de uma vaca pode ser algo difícil de prever. Algumas vacas simplesmente produzem bem e emprenham facilmente – com ou sem qualquer forma de intervenção. No entanto, outras, mesmo com o melhor manejo, não produzem leite suficiente ou permanecem abertas durante períodos mais longos de suas lactações. Claramente, essas vacas causam uma grande redução na lucratividade geral do rebanho. É por isso que é tão urgente identificar essas vacas e corrigir a situação – cuidando da sua saúde ou dando o conforto térmico de que precisam, ou substituindo-as por animais mais produtivos. Os relatórios de monitoramento de animais, como os fornecidos pelo Sistema DataFlow ™ II, são uma excelente fonte de informações que podem ajudar os gestores da atividade a tomar essas decisões.

 

Determinando o ponto de equilíbrio da produção de leite

Uma vez que a produção de leite é o principal impulsionador da receita de uma propriedade leiteira, esse deve ser o primeiro critério para avaliar o futuro de uma vaca no rebanho. Para entender a contribuição de cada vaca, é importante começar estabelecendo um ponto de equilíbrio da produção diária de leite. Por exemplo, o relatório abaixo, do Sistema DataFlow ™ II, representa a produção diária de leite de cada vaca, identificadas por cores de acordo com o status reprodutivo. Os pontos azuis representam vacas prenhas confirmadas, os pontos verdes são vacas inseminadas e os pontos rosa são os animais vazios.

Nesse exemplo hipotético, a linha vermelha mostra o ponto de equilíbrio do nível de produção diário de leite de 27 litros. Como pode ser observado pelos pontos abaixo da linha vermelha, esse rebanho tem cerca de 100 vacas abaixo do limite, o que significa que elas não estão pagando suas despesas. Dependendo da situação específica do rebanho, que obviamente também deve ser levada em consideração, é razoável supor que, no longo prazo, se essas estatísticas permanecerem as mesmas, muitas dessas vacas não devem ser mantidas no rebanho, mesmo se estão prenhas, para melhorar a rentabilidade da produção da propriedade.

 

Analisando vacas vazias

A seguir, vamos observar as vacas vazias no rebanho, as quais geralmente se enquadram em uma de duas categorias:

 

  • Vacas sem demonstração de cio
  • Vacas que não emprenham

 

As vacas que não apresentaram cio por um período superior a 30 dias podem ser encontradas no relatório ‘Vaca em anestro’, que classifica as vacas por dias de lactação.

Começando com a vaca “mais velha” (ou seja, o maior número de dias em lactação), é preciso avaliar a condição de cada animal examinando os seguintes parâmetros:

 

  • Rendimento médio mensal
  • Dias de lactação
  • Status de lactação
  • Saúde durante a lactação atual
  • Idade

 

Com essas informações, pode-se determinar quais vacas não estão ciclando devido ao balanço energético negativo e quais não estão ciclando devido a problemas de saúde. Ao examinar essas vacas dentro do período de espera voluntária (PEV), o produtor pode decidir qual ação específica será necessário tomar para cada animal no início da lactação. Isso é importante porque tomar decisões mais cedo oferece mais opções para mapear o melhor caminho para esses animais abertos.

 

Monitorar mensalmente o processo ajuda a tornar a fazenda mais lucrativa

Quando usados ​​juntos, o relatório ‘Vaca em anestro’ e o gráfico ‘Status da lactação’ oferecem uma maneira relativamente rápida e simples de fazer o gerenciamento do rebanho, identificando quais vacas estão pagando por suas despesas. Usados ​​em conjunto também são uma maneira eficaz de identificar e resolver potenciais problemas em tempo hábil.

 

Fazer essa análise uma vez por mês e compilar uma lista das principais candidatas a serem removidas do rebanho faz todo sentido para a eficiência e a lucratividade do negócio.

 

Texto original de autoria de Haim Fleminger, da Allflex Nova Zelândia, adaptado para o blog.

 

 

    Gostaríamos de manter contato com você para oferecer ofertas e informações exclusivas da Allflex, por e-mail ou telefone. Ao clicar na caixa abaixo, você concorda em fornecer os dados pessoais deste formulário para a Allflex Livestock Intelligence e suas empresas relacionadas, para fornecer material de marketing que você concordou em receber, de acordo com nossa política de proteção de dados.

    A Allflex Livestock Intelligence é uma marca da MSD Animal Health, uma divisão Merck & Co., Inc., e as comunicações de marketing serão enviadas por entidades envolvidas nas operações de Saúde Animal da MSD. Você pode remover seu consentimento a qualquer momento, entrando em contato conosco no seguinte endereço de e-mail: dataprivacy@allflex.global

    [contact-form-7 404 "Not Found"]